Nome da
Editorial

Edição 32 - Ano VI - Novembro/Dezembro 2010 - ISSN 1809-2888
Antropologia e ciência
01/11/2010

Esta 32ª edição de Ciberteologia continua celebrando nosso 5º ano de contribuição aos estudos de religião no Brasil. Em edição trilíngue (português-inglês-espanhol), mais uma vez trazemos a público uma seleção de Artigos, Notas e Resenhas, além de eventuais seções que tratam, de forma breve, de temas tais como Literatura, Textos sagrados e Espiritualidade. Eis a seleta deste bimestre.

Abrimos com a seção de ARTIGOS, que traz o estudo de Anderson de Oliveira Lima, Roma e os camponeses da Galileia: os motivos que proporcionaram o nascimento do movimento de Jesus de Nazaré. O autor discute as circunstâncias históricas e sociais que envolveram a atividade de Jesus na Galileia do século I. Procurando compreender o modo de dominação imposta pelo Império Romano no território judeu, e como isso afetou o modo de vida dos camponeses de regiões como Nazaré e Cafarnaum, o movimento liderado por Jesus poderá ser visto como uma reação popular à opressão imperial. Em seguida, A vida nascente nas Sagradas Escrituras e na história da Igreja, de Mário Antônio Sanches e José Odair Vieira, discutem a pesquisa sobre a vida nascente e a situam na história, na teologia e na antropologia bíblica a fim de dialogar com a ciência contemporânea. Fecha a seção o texto de Marciel Colonetti e Mário Antônio Sanches, Evolução e criação: em busca do diálogo, que tem por objetivo tecer uma análise sobre a relação entre evolução e criação, tendo como cenário a discussão entre religião e ciência.

Na seção de NOTAS, seis sucintas reflexões, de caráter didático, completam esta edição: Por que a amizade?, de Fernando Sidnei Fantinel e Rafael Bento Pereira; Por que a educação? de Everaldo Cescon; Por que a ética? de Idalgo José Sangalli; Por que a justiça? de Francisco Cichero Kury; Por que a liberdade? de Ulisses Bisinella e Por que a virtude? de Fernando Sidnei Fantinel.

Além disso, fiquem atentos às seções de Literatura, Resenhas e Notícias. E não deixem de acessar a nossa seção de Livros digitais, onde se encontram os Anais dos últimos 3 Congressos da Soter – Sociedade de Teologia e Ciências da Religião.

Boas ciberleituras!

Afonso M. L. Soares (Editor)

Editorial
Antropologia e ciência


Artigos
Roma e os camponeses da Galileia: os motivos que proporcionaram nascimento do movimento de Jesus de Nazaré
Anderson de Oliveira Lima

A vida nascente nas Sagradas Escrituras e na história da Igreja
José Odair Vieira, Mário Antônio Sanches

Evolução e criação: em busca do diálogo
Marciel Colonetti, Mário Antônio Sanches

Notas
Por que a amizade?
Rafael Bento Pereira, Fernando Sidnei Fantinel

Por que a educação?
Everaldo Cescon

Por que a ética?
Idalgo José Sangalli

Por que a justiça?
Francisco Cichero Kury

Por que a liberdade?
Ulisses Bisinella

Por que a virtude?
Fernando Sidnei Fantinel

  • Artigos
    01/12/2010

    Este artigo discute as circunstâncias históricas e sociais que envolveram a atividade de Jesus na Galileia do século I. Procurando compreender o modo de dominação imposta pelo Império Romano no território judeu, e como isso afetou o modo de vida dos camponeses de regiões como Nazaré e Cafarnaum, o movimento liderado por Jesus poderá ser visto como uma reação popular à opressão imperial.

    01/12/2010

    No presente artigo, a pesquisa sobre a vida nascente e as questões atuais não podem ser debatidas sem que se ponha sobre a mesa de estudo a história onde de certa maneira o mesmo tema já causou inquietações. Como sabemos, a teologia, ao mesmo tempo que o conhecimento humano dos antigos – por exemplo, os cananeus e os gregos –, serviram-se da mitologia para dar explicações sobre os fenômenos e a origem de tudo.

    01/12/2010

    O presente artigo tem por objetivo tecer uma análise sobre a relação entre evolução e criação, tendo como cenário a discussão entre religião e ciência. Nosso trabalho será dividido em dois momentos reflexivos. Num primeiro momento, uma contextualização histórica da evolução e suas implicações para a humanidade.

  • Notas
    01/12/2010

    No contexto histórico em que estamos submersos, evidencia-se a banalização da vida, dos valores e das relações, que se tornam cada vez mais impessoais. Diante das mudanças estruturais na forma de ver o mundo, com suas crises e avanços, as relações humanas são diretamente afetadas.

    01/12/2010

    A educação, indiscutivelmente, sempre exerceu um papel fundamental no desenvolvimento pessoal e social dos seres humanos. É um conceito complexo que, no decurso da história, foi assumindo definições diferentes.

    01/12/2010

    Parece desnecessário e óbvio demais perguntar “por que a ética?” e, ao mesmo tempo, parece que a pergunta nos coloca diante de uma grande interrogação existencial, apontando diretamente para a nossa consciência.

    01/12/2010

    Miguel de Cervantes intuiu tudo ou quase tudo sobre o problema da justiça: neste mundo da vida humana concreta, árida e dura, ninguém nunca haverá de compreender os bons sentimentos que emanam daqueles que trazem consigo o ideal superior da justiça.

    01/12/2010

    A definição de liberdade é um desafio para a filosofia desde a sua origem, uma vez que seus sentidos são diversos conforme o contexto e a época em que são apresentados, salientando ou negando sua importância.

    01/12/2010

    As virtudes humanas determinam toda a exegese que constitui os embasamentos éticos nos mais diversos momentos da história. As virtudes, na mesma medida em que determinam o momento histórico, são também por ele determinadas.

A PHP Error was encountered

Severity: Core Warning

Message: PHP Startup: Unable to load dynamic library '/usr/lib/php/20151012/pdo_sqlsrv.so' - /usr/lib/php/20151012/pdo_sqlsrv.so: undefined symbol: php_pdo_register_driver

Filename: Unknown

Line Number: 0

Backtrace: