Nome da
Editorial

Edição 49 - Ano XI - Janeiro/Março 2015 - ISSN 1809-2888
Ciberteologia em clima de comemorações do seu 10º aniversário
01/01/2015

A Edição 49 de Ciberteologia inaugura o 10º aniversário deste periódico totalmente on-line que surgiu, em 2005, como uma novidade na área de teologia e cultura. Ao entrar em 2015, a revista já pode celebrar, entre outras conquistas, a marca de 2 milhões de acesso, mantendo uma média de 40 mil acessos por edição – sem contar outros itens como páginas visitadas, downloads feitos, tempo de permanência no portal etc.

Este ano celebrativo coincide com o centenário da Congregação responsável por esta revista e pela Editora Paulinas, a Pia Sociedade Filhas de São Paulo – Irmãs Paulinas –, fundada em 15 de junho de 1915, em Alba, na Itália, pelo Bem-aventurado padre Tiago Alberione com a colaboração de irmã Tecla Merlo.

Abrimos as comemorações com uma seleta de artigos e notas que tiveram origem nas comunicações científicas do 1º Simpósio Internacional do Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências da Religião da PUC-SP, o Simpósio Internacional Entre o Lúdico e o Religioso: A religião nas interfaces do esporte e da festa popular. O evento teve lugar em junho de 2014.

O primeiro artigo, de Marcos Vinícius de Souza Verdugo, As religiões afro-brasileiras: uma revisão bibliográfica, aborda o desenvolvimento desses estudos através da análise bibliográfica do que foi produzido ao longo dos anos desde seu início no fim do século XIX. Partindo daquele que é considerado o seu ponto inicial, Nina Rodrigues, até as mais recentes pesquisas, busca-se apresentar as linhas de pesquisa, escolas e metodologias que estabeleceram o estado epistemológico deste campo de estudo.

Em seguida, Corrado Dalmonego, em “Reahu: dança, canto e comida no jogo simbólico de alianças e tensões: Elementos etnográficos para a analise de um ritual yanomami”, apresenta alguns elementos etnográficos e uma analise de três sequências rituais do reahu, a grande cerimônia multicomunitária yanomami. A análise feita busca evidenciar como três sequências rituais realizadas durante o reahu apresentam simbolicamente aspectos aparentemente paradoxais da interação humana: a acolhida e a ameaça, a aliança e a tensão, para reafirmar que a permanência da sociedade comporta o reconhecimento da complementaridade e a suspensão temporária do antagonismo.

Em Folias católicas em Montes Claros (MG): ritual e devoção em meio à globalização, Luciano Cândido e Sarmento, a partir de uma inserção etnográfica, busca apontar dados acerca das influências da atual modernização da sociedade nos rituais destes grupos, pois, diante dos processos de mercantilização da sociedade e difusão de novas tecnologias, os grupos de folia perdem referências simbólicas importantes. Grupos religiosos passam a ocupar novos espaços, às vezes desvinculados do domínio central da esfera espiritual, ganhando o status de artístico, cultural ou folclórico.

Carlos Antonio Braga de Souza, em O Culto à Virgem Maria e o naturalismo da Pintura Renascentista afirma que o século XV na Europa assistiu uma consolidação do naturalismo, dos estudos relativos à natureza, ao cosmos, a uma revisão do mapa geográfico, modificando o desenho da Terra. Seu artigo aponta para uma série de temas centrados no ícone da Virgem Maria, um assunto polêmico discutido nos concílios da igreja católica.

“Tia Lula trancada a chave”: observação sobre religião no Quilombo “Brotas” em Itatiba-SP, de José Antonio Boareto, investiga o Quilombo Brotas, localizado na cidade de Itatiba-SP, propondo-se a uma reflexão de caráter intuitivo a partir da análise de um detalhe encontrado em campo. Tia Lula era a mãe-de-santo desta comunidade negra, já falecida, metáfora do sagrado expresso pela sua presença ancestral e resignificada no espaço físico da tenda de umbanda atualmente desativada. A observação do processo de desativação da tenda é o detalhe que o autor apresenta neste artigo, utilizando para tanto, uma hermenêutica por meio de uma possível análise em torno da compreensão de metáfora em Paul Ricouer e os estudos da linguagem em Dan Stever, Van Buren e E. Cassirer. Oferece ainda uma possível leitura interpretativa e metafórica da tenda desativada em chave bastidiana.

Na seção de Notas os leitores poderão desfrutar das seguintes comunicações: “Viva Nossa Senhora do Rosário!” – Uma festa de pretos em Mogi das Cruzes – SP, de Heloisa Constantino; Miguilim, de Campo Geral, e João Guimarães Rosa: um diálogo entre a personagem e seu criador, de Marlene Duarte Bezerra e Carlos Alberto Tolovi; A Interação entre o Lúdico e o Religioso no Método Educativo de Dom Bosco, de Osmar Hércules Padovan; Ateísmo contemporâneo e celebração da ética do bem-estar: elementos festivos da espiritualidade atéia, de Clarissa De Franco; Futebol e Religião: Fronteiras e Interfaces entre duas paixões nacionais, de Leonardo Gonçalves de Alvarenga; Fundamentalismo em diálogo com Saramago e Júlio de Queiroz, de Diógenes Braga Ramos; e O jogo da vida: uma introdução ao método lúdico-ambital de Alfonso López Quintás, de Maria Cecília Mendia.

Então, compete-nos desfrutar do número, pois as comemorações apenas começaram.

Um proveitoso 2015 a todos.

Dr. Afonso M. Ligorio Soares (Editor)

  • Artigos
    01/03/2015

    A partir da discussão sobre o estado atual dos estudos das religiões afro-brasileiras, este artigo aborda o desenvolvimento desses estudos através da análise bibliográfica do que foi produzido ao longo dos anos deste seu início no fim do século XIX. Partindo daquele que é considerado o seu ponto inicial, Nina Rodrigues, até as mais recentes pesquisas, busca-se apresentar as linhas de pesquisa, escolas e metodologias que estabeleceram o estado epistemológico deste campo de estudo.

    01/03/2015

    Este artigo visa apresentar alguns elementos etnográficos e uma analise de três sequências rituais do reahu, a grande cerimônia multicomunitária yanomami. Conforme já foi destacado por Albert (1985), o reahu não pode ser compreendido se reduzido à dimensão de ritual funerário, embora este aspecto contribua para criar seu cenário e seja sua razão de ser. Comumente traduzido para o português com o termo de “festa”, o reahu é de grande complexidade pelos multíplices aspectos que articula, atualizando periodicamente – pela performance de xamãs, cantos, danças, jogos, diálogos cerimoniais, distribuição de alimentos etc. – as categorias fundamentais da organização social e da cosmologia yanomami.

    01/03/2015

    Folias, ternos de folia, companhia de reis, são muitos os termos utilizados para denominar este tipo de manifestação do catolicismo no Brasil. Apesar da diversidade em suas práticas, os grupos de folia possuem elementos comuns que nos permitem circunscrevê-los dentro de uma mesma categoria. A partir de uma inserção etnográfica em grupos de folia na cidade de Montes Claros (MG), buscamos apontar dados acerca das influências da atual modernização da sociedade nos rituais destes grupos.

    01/03/2015

    No presente artigo, pode-se afirmar que o século XV na Europa assistiu uma consolidação do naturalismo, dos estudos relativos à natureza, ao cosmos, a uma revisão do mapa geográfico, modificando o desenho da Terra. Este artigo aponta para uma série de temas centrados no ícone da Virgem Maria, um assunto polêmico discutido nos concílios da igreja católica. Mas como referir-se à natureza sem mencionar qualquer aspecto sagrado, tendo em vista que o mundo natural não deveria profanar-se com os temas da antiguidade clássica e nem Javé dava-se a conhecer a olhos humanos? Quem a não ser Ela, a mãe do Cristo, poderia assumir este posto de guardiã da natureza?

    01/03/2015

    O Quilombo Brotas localizado na cidade de Itatiba-SP ao ser tomado como lugar de pesquisa de campo em nosso doutoramento através do estudo etnográfico vai revelando particularidades que devem ser consideradas. Neste artigo propomos uma reflexão de caráter intuitivo a partir da análise do detalhe encontrado em campo, quando de nossa descrição densa, conforme nos propõe a antropologia geertziana. Tia Lula era a mãe-de-santo desta comunidade negra, já falecida, metáfora do sagrado expresso pela sua presença ancestral e resignificada no espaço físico da tenda de umbanda atualmente desativada.

  • Notas
    01/03/2015

    Embora pertença à região metropolitana de São Paulo, a cidade de Mogi das Cruzes vive até hoje uma dinâmica parecida com as cidades do interior do Estado: grande parte da vida social de sua população é movimentada por festas e eventos ligados à religiosidade católica. A mais popular delas, a Festa do Divino Espírito Santo, acontece na região central da cidade com a participação efetiva de pessoas de diversos bairros que anualmente reúnem-se por devoção religiosa, mas também organizam outras atividades culturais que preenchem onze dias de eventos abertos a toda população.

    01/03/2015

    O trabalho pretende verificar a influência biográfica do autor João Guimarães Rosa em um dos seus contos, intitulado Campo Geral. Miguilim é uma personagem que integra parte de um conjunto de novelas que o autor denominou “Corpo de Baile”. Ele é um menino de oito anos de idade que apreende acontecimentos ficcionais com uma fala integrada que vai se tornando familiar tanto em sua temática quanto em sua realidade regional.

    01/03/2015

    O texto faz parte de um estudo preliminar que cogita, no Método Educativo de Dom Bosco, uma interação entre a dimensão lúdica e a religiosa. Após tecer um aceno histórico para a biografia e o contexto de João Bosco, seu projeto e sua missão, pergunta-se pelo grau de inovação na sua criação de mecanismos de interação. O articulista o faz a partir da teoria de Vygotsky, tecendo aproximações entre este e Dom Bosco.

    01/03/2015

    No alvorecer do que se costuma denominar de neoateísmo, surgem grupos ateus com formatos semelhantes a cultos religiosos, como é o caso da britânica Assembleia de Domingo (Sunday Assembly), cujos rituais contam com músicas de rock, palestras de cientistas e depoimentos de pessoas que se beneficiaram do “milagre da ciência”.

    01/03/2015

    A relação da religião com a cultura o pensamento de Paul Tillich abre portas para discussão entre duas esferas catalisadoras e difusas ao mesmo tempo, o futebol (enquanto arte) e a religião. Dois fenômenos que com o passar do tempo tornaram-se duas paixões nacionais. O Futebol traz consigo de uma forma sutil e às vezes disfarçada paralelos sobre os mais variados temas da religião, como hinos, liturgia e devoção.

    01/03/2015

    Este texto visa uma aproximação à discussão sobre o fundamentalismo. Pretende-se observar como o fundamentalismo é construído tanto no cristianismo católico romano como no protestante (evangélico), nos dias de hoje. Para isso, usaremos como parâmetro das nossas discussões um diálogo entre a Ciência da Religião e a Literatura. Os textos literários escolhidos com esta perspectiva serão de Saramago e de Júlio de Queiroz.

    01/03/2015

    Esta nota visa apresentar alguns conceitos-chave do método pedagógico-ético de Alfonso López Quintás propondo uma aproximação entre os jogos literários e o jogo da vida. A partir de textos literários pode-se criar um campo de jogo e nele diversos âmbitos, com o referencial de objetos, situações, ideias, ou vivências, para os jogadores. Esses podem ser tanto o leitor e o autor do texto; quanto o leitor e o próprio texto; ou os leitores do mesmo texto, que estabelecem um relacionamento entre eles.