Nome da
Editorial

Edição 17 - Ano IV - Maio/Junho 2008 - ISSN 1809-2888
Ciberteologia em sua 17ª edição
01/05/2008

Eis o décimo sétimo número de Ciberteologia. Mais uma vez, nossos leitores e leitoras têm à disposição textos inéditos e artigos significativos já publicados anteriormente no formato livro, agora facilitados ao estudioso da área de religião.

O primeiro trabalho da seção de Artigos é o trabalho inédito de Júlio Fontana: Qual a posição dos valores num mundo de fatos? A ética segundo Karl Popper. O autor quer compreender como Karl Popper entendia ética, já que não tinha a pretensão de “pregar” uma ética, embora fosse uma pessoa moral. E por ser uma pessoa moral, a totalidade de seu pensamento foi influenciada por ela. Para Fontana, compreenderemos melhor a cosmologia, metodologia e filosofia de Popper se investigarmos os fundamentos éticos que regeram sua vida e seu pensamento.

Em O futuro do cristianismo – Parte II, Manuel Fraijó prossegue sua discussão sobre a não identificação entre cristianismo e fé em Deus, agora enfocando Deus como obstáculo para a sociedade ocidental, embora Jesus de Nazaré continue gozando de boa fama e sua mensagem se sustente até nossos dias.

O artigo de Luiz Carlos Susin, Mãe Terra que nos sustenta e governa: por uma teologia da sustentabilidade, é um dos textos que será discutido proximamente, no 21º Congresso Anual da Soter. Ele comporá o novo livro da Soter, a ser lançado em breve. Entendendo a “sustentabilidade” como complexidade de fatores sem os quais é impossível “salvar o planeta”, Susin ensaia uma crítica teológica às discussões atuais sobre este tema urgente.

O programa de uma teoria da religião cristã primitiva é o título de texto ainda inédito no Brasil, que compõe o livro A religião dos primeiros cristãos: uma teoria do cristianismo primitivo, de Gerd Theissen, que será publicada em breve. Escrevendo sob a ótica da ciência da religião, o autor não pretende descrever meramente a Teologia do Novo Testamento, nem professar confessionalmente a fé dos primeiros cristãos, mas, sim, tornar compreensível a força dessa fé na vida e no contexto da Antiguidade. Theissen tem dois objetivos: em primeiro lugar, ele sonda a vida do cristianismo primitivo e explicita suas afirmações teológicas mediante análises semióticas, psíquicas e históricas. Dessa forma, por meio de categorias da ciência da religião, tornar-se-ão visíveis a fé, o culto e o ethos da Igreja primitiva. Em segundo lugar, ele mostra como o cristianismo primitivo evoluiu a partir do judaísmo e criou um universo simbólico religioso autônomo, que possuía um extraordinário dinamismo para a construção de comunidades, e que modificou toda a história do mundo conhecido de então.

A seção de Comunicação abre-se com o texto com uma reflexão de Afonso Maria Ligorio Soares sobre a Comunhão dos divorciados na Igreja. Tema difícil, delicado, polêmico, mas que precisa ser encarado pelo bem das comunidades religiosas e de tantas famílias que o sentem como drama cotidiano.

A Comunicação seguinte, da Diretoria da Soter, apresenta-nos o 21º Congresso Anual da Soter: a sustentabilidade da vida em perigo. Há quase 25 anos, a Sociedade de Teologia e Ciências da Religião (SOTER) vem contribuindo com a pesquisa científica ao promover congressos anuais e regionais, além de publicar textos relevantes para a Teologia e as Ciências da Religião. Seu compromisso é incentivar e apoiar o ensino e a pesquisa no campo da Teologia e das Ciências da Religião; promover serviços e assessoria de teólogos, teólogas e cientistas da religião a comunidades e organismos eclesiais, a obras e instituições de interesse público, na perspectiva da opção pelos pobres e da inclusão social. O texto explica a proposta do novo Congresso, a se realizar em Belo Horizonte, de 7 a 10 de julho de 2008.

Por fim, o teólogo Diego Irarrazaval oferece-nos uma luminosa e arrojada meditação no trabalho (que mantivemos em espanhol): En un cambio de época ¿qué Misión?. O autor pergunta-se com que critérios é levada a cabo a missão cristã no mundo de hoje, e sugere duas exigências: encarar o paradigma humano de uma mudança de época; e desenvolver o modelo de Igreja missionária, dois desafíos que interagem.

Na seção comunicação, publicamos o prefácio de Tom Roberts, Editor do National Catholic Reporter, para o novo livro de Irmã Joan Chittister, Em que é que eu creio?, que deve sair em breve pela Ed. Paulinas.

Aí está, portanto, a décima sétima edição de Ciberteologia. Como sempre, novos textos e resenhas vão, aos poucos, completando esta edição, ao longo das semanas de maio e junho. Duas novas resenhas já estão disponíveis a todas.

Pesquisadores e autores com escritos originais afins a nosso projeto editorial podem nos enviar seus trabalhos (artigos, comunicação, resenhas), desde que atendam nossas normas de publicação (enviar para: ciberteologia@paulinas.com.br). Aproveitamos para agradecer aos articulistas desta edição por sua importante participação em nosso projeto.

Uma boa leitura e bom final de semestre a todos!