Nome da
Editorial

Edição 23 - Ano V - Maio/Junho 2009 - ISSN 1809-2888
Rumo ao 22º Congresso Anual da SOTER
01/05/2009

A 23ª edição de Ciberteologia está no ar. Nossas boas vindas a você que acaba de acessá-la. Aqui se encontra a sua disposição uma apurada seleção de Artigos e Comunicação de autores representativos da área de teologia e ciências da religião, com comunicações científicas inéditas dessas áreas e suas afins. O projeto editorial de Ciberteologia é dosar em nossas edições a indispensável publicização de trabalhos inéditos com a oferta de textos significativos que, embora já lançados anteriormente no formato livro, são de difícil acesso a estudantes e pesquisadores da área.

Nosso destaque temático deste bimestre são os preparativos para o 22º Congresso Anual da SOTER. Deve ser lançado em junho, pouco antes do Congresso, o livro com as principais conferências do evento. Mas também haverá um 2º volume, com as principais comunicações científicas a serem lá apresentadas (cerca de 50!), que estarão a nosso alcance na seção de Livros Digitais desta Ciberteologia.

O Congresso terá por tema Religião, Ciência e Tecnologia, e ocorrerá de 6 a 9 de julho de 2009, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas, Belo Horizonte- MG). Este evento já tradicional da área tem obtido reconhecimento nacional e internacional, e disso é prova sua avaliação pela Capes com a distinção Qualis “A”.

Um atrativo a mais para as discussões do Congresso são as comemorações em 2009 do bicentenário de nascimento do naturalista inglês Charles R. Darwin e o sesquicentenário da publicação de seu livro Origem das Espécies, que lançou a público a teoria da evolução, proposta um ano antes por ele e Alfred R. Wallace. Somados ao quadro de conferencistas gabaritados que participarão no evento, temos, portanto, elementos suficientes para um amplo e produtivo debate interdisciplinar, do ponto de vista científico, filosófico e teológico, que estará alerta para a complexidade que o assunto comporta. O Congresso insere-se nesse debate e fornece subsídios para estudos e aprofundamentos que permanecerão longo tempo após o Congresso.

Nesse espírito, um dos Artigos selecionados para esta edição – De “Fé e Razão” a “Teologia e Ciência/Tecnologia”: aporias de um diálogo e o recuperar da doutrina da criação, de EDUARDO R. CRUZ – foi produzido em vista do 22º Congresso Anual da Soter, como base da conferência inaugural do evento. O texto quer apresentar este campo de conhecimento teológico em rápidas pinceladas, recuperando os desafios que as Ciências Naturais apresentam para nós hoje. É uma forma de Teologia pública que dialoga com as Ciências Naturais no campo que lhe é próprio, o do conhecimento do Real.

O artigo seguinte, A “remasterização” do movimento pentecostal: Igreja Mundial do Poder de Deus, de Ricardo Bitun, reproduz parte do quarto capítulo da tese de doutorado Igreja Mundial do Poder de Deus – Rupturas e continuidades no campo religioso neopentecostal, onde o autor se propôs a discutir quais os pontos relevantes que aproximam e distanciam a Igreja Mundial do Poder de Deus do movimento pentecostal da qual é egressa.

Em Reino de Deus e práxis pastoral: uma abordagem a partir da teologia de Jon Sobrino, Alonso Gonçalves pretende fazer uma leitura, ainda que sucinta, da teologia de Jon Sobrino, abordando a temática do Reino de Deus e suas consequências para uma práxis pastoral que leve em consideração o seguimento de Jesus e a prática de contínuos construtores do Reino de Deus.

Três textos enriquecem a seção de Comunicação. O silêncio de Leonardo Boff: revisitando as tramas de um processo, de Rodrigo Portella, lembra os quase 25 anos do episódio da imposição do silêncio obsequioso ao então Frade franciscano Leonardo Boff. O texto faz uma anamnese desse processo. Em A distinção de Ensino Religioso e Catequese, Lurdes Fátima Polidoro e Robson Stigar apresentam algumas ideias sobre a diferença da disciplina Ensino Religioso (ER) da tradicional Catequese, objetivando uma identidade de cada um desses componentes, refletindo, assim, sobre a história e a identidade do Ensino Religioso em contraste com a Catequese, bem como redimir as distorções históricas do Ensino Religioso no Brasil. Por fim, temos um texto de Afonso Soares que reproduz o Prefácio para o novo livro de Marcelo Barros, O sabor da festa que renasce.

Também temos novidades na seção Resenhas. Confira!

Finalmente, recordamos a pesquisadores e autores com escritos originais afins a nosso projeto editorial que podem nos enviar seus trabalhos (Artigos, Comunicação, Resenhas), desde que atendam nossas normas de publicação (enviar para: ciberteologia@paulinas.com.br).

No mais, queremos agradecer aos articulistas desta edição por sua generosa participação em nosso projeto editorial e desejar a você, crítico leitor, uma boa leitura e frutíferas pesquisas!